Biden sanciona lei e bane a Huawei e ZTE permanentemente dos EUA


Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, sancionou nesta sexta-feira (12), a Lei de Equipamentos de Segurança que impede que Huawei e ZTE consigam vender dispositivos 5G no país. Além disso, a FCC (órgão semelhante a nossa Anatel) fica proibida de emitir homologações para equipamentos das companhias chinesas.


O texto foi votado no Congresso dos EUA recentemente e recebeu amplo apoio dos legisladores do país, unindo democratas e republicanos.


Já determinamos que esses equipamentos representam um risco inaceitável para nossa segurança nacional, portanto, fechar o que chamei de "brecha da Huawei" é uma ação apropriada que devemos tomar.


Com a nova lei valendo a partir de hoje, operadoras dos EUA não podem comprar equipamentos da Huawei e ZTE, uma vez que eles não tem o selo de homologação da FCC. Antes, por mais que sejam consideradas "ameaças", as empresas ainda podiam vender para teles que não usassem recursos federais.


Comentando o assunto, Brendan Carr, comissário da FCC, ressaltou que a medida atende ao interesse dos EUA.


Uma vez que determinamos que a Huawei ou outro equipamento representa um risco de segurança nacional inaceitável, não faz sentido permitir que exatamente o mesmo equipamento seja comprado e inserido em nossas redes de comunicação, desde que não haja dólares federais envolvidos. A presença desses itens inseguros em nossas redes é a ameaça, não a fonte de financiamento usada para comprá-los.


Paralelo ao novo regulamento, a FCC está recebendo financiamento de US$ 1.9 bilhão para auxiliar as operadoras a trocarem equipamentos da Huawei ou ZTE por equivalentes da Nokia ou Ericsson. Por enquanto, as fabricantes chinesas não se manifestaram sobre o assunto.


Fonte: Tudo Celular

0 comentário