iPhone ganha desbloqueio via Apple Watch no iOS 14.5


As versões mais recentes do iPhone abandonaram o leitor de digitais e contam apenas com desbloqueio facial, o que se torna um empecilho em tempos de pandemia. Para utilizar o aparelho com a função de segurança ativa, o usuário precisa retirar a máscara, o que é um problema em locais públicos, por exemplo.


A Apple finalmente pensou em uma solução para o problema com o iOS 14.5. A versão mais recente do sistema operacional, que está em beta atualmente, permite desbloquear o celular utilizando o Apple Watch.


Quando ativada, a opção desbloqueia o iPhone quando reconhece que o usuário está usando o Apple Watch. Os requisitos para para usar a função incluem ter a versão 7.4 do WatchOS instalada no relógio inteligente e utilizar uma senha para proteger o smartwatch.


Segundo explica a Apple, a função ainda utiliza o reconhecimento facial para desbloquear o celular. Porém, quando o usuário está de máscara e o processo não pode ser completado, o smartwatch entra em ação para realizar a autenticação de segurança.


A novidade demorou um tempo considerável para chegar aos usuários do iPhone, visto que a pandemia do coronavírus começou a se espalhar globalmente em março do ano passado. Para quem não possui um Apple Watch, a única forma de desbloquear o celular usando máscara continua sendo utilizar as clássicas senhas.


Em abril do ano passado, o iOS recebeu uma atualização para facilitar o uso das palavras-passe no desbloqueio do celular. Quando o FaceID identifica que o usuário está utilizando uma máscara, o painel para inserir a senha é exibido automaticamente na tela do smartphone.

0 comentário