• mktsenhorsmart

Xiamoi Mi A3 "morre", após receber atualização do Android 11


A Xiaomi começou a disponibilizar o Android 11 para o Mi A3 na última quinta-feira (31). Mas o que era para ser motivo de alegria acabou rendendo muita dor de cabeça, conforme os relatos de alguns proprietários do celular nas redes sociais, que chegaram a ter o dispositivo inutilizado após o download da atualização.


De acordo com o XDA, o update OTA com 1,40 GB está chegando de maneira gradual ao Xiaomi Mi A3, trazendo balões de conversa, controles de privacidade aprimorados, novos controles de mídia, suporte sem fio para Android Auto e todas as demais melhorias da versão mais recente do sistema operacional da Google.


Porém, a recomendação é não baixar o arquivo, pelo menos até que a fabricante chinesa faça as correções necessárias para evitar problemas como o exposto pelo usuário do Twitter Mohammad Mahefooz. O telefone dele ficou “completamente morto na véspera de ano novo”, após instalar a atualização e ser reiniciado.


Como a Xiaomi ainda não divulgou informações sobre o ocorrido nem deu nenhuma solução para os proprietários que tiveram o celular inutilizado, é aconselhável desativar as atualizações automáticas nas opções de desenvolvedor do aparelho, deixando assim enquanto as correções não forem disponibilizadas e os riscos cessados.


Essa não foi a primeira vez que uma atualização do Mi A3 veio com bug. No início do ano passado, o update para o Android 10 gerou uma série de falhas em todo o mundo, de aparelhos bloqueados a problemas com o carregamento da bateria, além da troca do idioma para o espanhol e a desativação do sistema dual chip.


Um dos motivos para os bugs foi a liberação global de um firmware que era específico para uma região mexicana, afetando os dispositivos de outros países. A empresa corrigiu os erros pouco tempo depois de lançar o pacote de arquivos problemático.


Fonte: Tech Mundo

0 comentário